Estando na Terra Santa, muitos detalhes presentes no evangelho podem ser demonstrados, como por exemplo a famosa frase: “é mais fácil um camelo entrar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus!”

Vendo-o assim, Jesus disse: “Como é difícil aos que têm riquezas entrar no Reino de Deus! Com efeito, é mais fácil um camelo entrar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus!” Os ouvintes disseram: “Mas então, quem poderá salvar-se? Jesus respondeu: “As coisas impossíveis aos homens são possíveis a Deus”. Lc 18, 24-27

Conforme os escritos originais escritos em grego esse camelo é o animal camelo. Digo isso, porque existe uma corda de grossa espessura, também chamada de camelo.
O que Jesus se refere é ao animal camelo e não a corda.
Essa corda grossa, o camelo, vinha utilizada principalmente nos tempos de guerra, onde através desse buraco, chamado de agulha, podia-se fazer o transporte de armas e comida.
Essas agulhas são muito presentes ainda hoje nas muralhas da cidade antiga de Jerusalém.
As fotos aqui presentes são exemplos dessas agulhas feitas nessas muralhas.

Mateus 19:24

E, outra vez vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus.

Existe uma outra interpretação e outra conclusão.

Interpretação1:

Agulha naquela época eram entradas que existiam nos muros que protegiam as cidades e por onde passavam as pessoas, mas para passar animais como camelos, era muito difícil. Era preciso fazê-lo agachar-se e empurrá-lo. E daí surgiu a expressão.
Interpretação2:
São Jerônimo, o tradutor do texto, interpretou a palavra “kamelos” como camelo, quando na verdade, em grego, “kamelos” significa as cordas grossas com que se amarram os barcos. Neste caso, a idéia da frase continua a mesma.

TAG: CONHEÇA O BURACO DA AGULHA

Dinâmicas de Grupo é na Ida Gospel, Jesus é Deus e Senhor! l Pastor Júlio Fonseca

Deus te ama e tem um plano maravilhoso de vida e salvação para você!!!
Pastor Júlio Fonseca

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>