Um homem, visitando uma escola de surdos-mudos, escrevia no quadro perguntas para as crianças responderem. Em dado momento escreveu a seguinte: “Por que Deus me fez capaz de ouvir e falar e fez vocês surdos-mudos?”.
A terrível pergunta caiu sobre os pequenos como um tapa no rosto. Ficaram ali paralisados ante o espantoso “Por quê?”.
De repente uma menina levantou-se. Seus lábios tremiam. Tinha os olhos cheios de lágrimas. Dirigiu-se com firmeza para o quadro e, tomando o giz,
escreveu com mão segura: “Assim fizeste, ó Pai, porque assim foi do teu agrado”. Que resposta! Ela alcança uma verdade eterna sobre a qual o ser humano mais amadurecido, bem como o mais novo filho de Deus pode igualmente descansar – a verdade de que Deus é seu Pai.
Será  que nós também sabemos disso?Será que cremos realmente? Totalmente?
Quando essa é a nossa experiência, então a nossa fé não vagueia mais como uma pomba a buscar onde pousar o seu pé, mas descansa para sempre em seu lugar de paz: “Vosso Pai!”
Eu creio que chegará o dia em  que todos nós entenderemos os por quês; o dia em que as tragédias que
agora anuviam o nosso céu se encaixarão em seus devidos lugares, como parte de um plano tão esplêndido, tão extraordinário, tão pleno de gozo, que exultaremos de admiração e prazer.
Extraído do livro Mananciais no Deserto.

TAG: ESCOLA PARA SURDOS E MUDOS

Deus te ama e tem um plano maravilhoso de vida e salvação para você!!!
Pastor Júlio Fonseca

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>