Escola doutrina crianças a fiscalizarem pessoas que tratam transgêneros pelo pronome “errado”

As crianças vêm sendo introduzidas à sexualidade de forma precoce com a agenda LGBTQ, mas sempre há novos limites a serem ultrapassados. A diretoria de uma escola “amiga dos trans” está instruindo crianças a atuarem como fiscais, denunciando as pessoas que tratarem transexuais pelo pronome “errado”. O caso foi registrado em Cambridge, na Inglaterra, e há relatos de que até crianças de quatro anos estão sendo doutrinadas para atuarem como uma “polícia trans”, de acordo com informações do portal Daily Mail. A escola Arbury Primary alega ser “ilegal” chamar alguém “ele ou ela” contra seu desejo. Nesse contexto, a direção
Fonte da notícia: gospelmais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *