O Instituto Vida Renovada, ONG comandada pelo pastor Marcos Pereira, iria assinar convênio com o governo do Estado do Rio de Janeiro para receber verbas, que seriam destinadas ao tratamento de dependentes químicos, porém o governo desistiu da parceria por causa das denúncias de envolvimento com o tráfico que pesam contra o pastor.
A ONG dirigida por Pereira havia sido uma das sete selecionadas pela Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos para suprir a carência de entidades que prestem serviços de reabilitação a viciados.
Os valores que seriam investidos pelo governo na clínica administrada pelo Instituto Vida Renovada seriam da ordem de R$ 1,296 milhão, de acordo com informações do “O Dia”.
A Secretaria divulgou nota explicando o motivo da exclusão da ONG liderada pelo pastor, e afirmou que “somente estabelecerá convênios com instituições habilitadas no processo de seleção pública 2/2012 e que não tenham qualquer questionamento quanto às suas atividades”.
O pastor da Assembleia de Deus dos Últimos Dias rebateu o argumento da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos: “Desafio qualquer um provar que o Vida Renovada não é idôneo”.
O secretário responsável pelas assinaturas de convênios, Rodrigo Neves, afirmou que as denúncias pesaram na decisão: “O instituto apresentou a documentação exigida e o projeto técnico. Entretanto, como há denúncias sobre a idoneidade da ONG, solicitamos aos órgãos competentes informações mais detalhadas”.

TAG: PASTOR MARCOS PEREIRA PERDE INVESTIMENTO DO GOVERNO 1,2 MILHÃO POR CAUSA DE DENÚNCIA

Deus te ama e tem um plano maravilhoso de vida e salvação para você!!!
Pastor Júlio Fonseca

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>