Expectativa e avaliação

Dinâmicas de Grupo IdaGospel

Expectativa e avaliação Tema: quebra-gelo, levantamento de objetivos e avaliação da atividade Tempo: 20min + 10min. Participantes: no mínimo 5 pessoas. Material: bolas de inflar (bexiga), caneta permanente (tipo para retroprojetor).   Desenvolvimento: Esta dinâmica acontece em duas etapas: a primeira no início do encontro, para que você saiba qual a expectativa do grupo frente à programação ou tema do encontro. A segunda parte, serve para avaliar quais expectativas foram cumpridas e se os resultados foram positivos. PARTE 1 Iniciar com boas vindas ao grupo, cantos e oração. Conversar rapidamente,…

Leia Mais...

O feitiço virou contra o feiticeiro

Dinâmicas de Grupo IdaGospel

O feitiço virou contra o feiticeiro Objetivo: Esta dinâmica pode ser considerada um exercício de integração, no entanto, é mais adequada para grupos que já se conhecem, objetivando o lazer e a descontração. Participantes: Inderterminado Material: três garrafas (preferencialmente, utilizar garrafa descartável) e uma venda (máscara). Desenvolvimento: Orientar para que todos fiquem assentados em círculo. Distribuir papeletas e lápis para cada participante. “Cada pessoa escreverá na sua papeleta alguma coisa que gostaria que o vizinho da direita realizasse. Pode ser qualquer coisa: imitar alguém, cantar uma música, imitar um animal,…

Leia Mais...

A Bala

A Bala Objetivo: Despertar a importância do outro. Despertar a solidariedade. Perceber o nosso individualismo. Descobrir soluções em conjunto com outras pessoas. Material: Algumas balas. Dois cabos de vassoura ou varas. Barbantes. Desenvolvimento: pede-se dois voluntários para abrir os braços. Por a vara ou cabo da vassoura nos ombros acompanhando os braços e amarrar os braços abertos na vara, para não dobrar. Por as balas numa mesa e pedir aos dois para chuparem balas sem dobrar os braços que estão amarrados. Analisar a dinâmica: Como se sentiram? O que o…

Leia Mais...

Camisetas

Camisetas Objetivo: Conhecimento mútuo e levantamento da realidade. Material: Alfinetes ou fita adesiva, pincéis ou canetas, folhas de jornal e tesoura. Desenvolvimento: Cada participante pega uma meia folha de jornal, rasga ou corta as pontas de cima no formato de camiseta. Escreva na camiseta de jornal. O seu nome, que trabalho faz. Onde trabalha, se gosta ou não do trabalho. Pode dar as seguintes orientações: escreva ou desenhe algo que caracterize sua vida de trabalhador. Prega-se a camiseta no corpo e circula pela sala para cada um ler o que…

Leia Mais...

Dinâmica de Integração e de conhecimento

Dinâmica de Integração e de conhecimento Objetivo: Oportunizar um maior conhecimento de si mesmo e facilitar melhor relacionamento e integração interpessoal. Material necessário: Lápis e uma folha de papel em branco para todos os participantes. Tamanho do grupo: Trinta a quarenta pessoas, aproximadamente. Tempo exigido: Uma hora, aproximadamente. Ambiente físico: Uma sala, com carteiras, suficientemente ampla, para acomodar todos os participantes. Descrição da dinâmica: O facilitador explicita o objetivo e a dinâmica do exercício. Em continuação, pede que cada um escreva, na folha em branco, alguns dados de sua vida,…

Leia Mais...

Eu sou alguém e sou único

Eu sou alguém e sou único Finalidade: Perceber os valores pessoais; perceber-se como ser único e diferente dos demais. Material: Folhas de papel e lápis. Descrição: 1 – Em círculo, sentados. 2 – Distribuir uma folha para cada um, pedindo que liste no mínimo dez características próprias. Dar tempo. 3 – Solicitar que virem a folha, dividam-na ao meio e classifiquem as características listadas, colocando de um lado as que facilitam sua vida e do outro as que dificultam. Dar tempo. 4 – Em subgrupos, partilhar as próprias conclusões. 5…

Leia Mais...

Esta é a minha característica

Esta é a minha característica Objetivo: reconhecer os valores e qualidades. Material: Cartões com valores escritos. Desenvolvimentos: Cada pessoa pega um cartão na mesa com uma característica qualquer. Exemplo: Alegre, brincalhona, teimosa, birrenta, etc. Deixar um momento para a reflexão pessoal. Depois cada um vai dizer se considera ter mesmo esta característica ou não. E se reconhece no grupo alguém que tem a característica do cartão. Palavra de Deus: 1 Cor. 12,4-11 Lc 1, 46-55.

Leia Mais...