A aparência de Deus e aparência do homem

A aparência de Deus e aparência do homem

 

A aparência de Deus

A multiforme de Deus

(I Pedro 4:10) –  Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus.

  • Deus se molda a cada um conforme as suas necessidades espirituais
  • Não existe um Deus genérico, por isso não é possível moldar Deus para a religião, a religião é quem deve se moldar a Deus.
  • Eu vejo Deus em Você. Somos a imagem de Deus naquilo que Deus nos instruie, o homem é capaz do melhor e do pior. Imagem de Deus ou do Diabo? A quem você tem se assemelhado?

A aparência do Homem

Rótulo e conteúdo qual é o seu

(Lucas 6:37) –  Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; soltai, e soltar-vos-ão.

(João 7:24) –  Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça.

  • Estamos o tempo todo colocando rótulo nas pessoas para podermos entendê-los e qualificá-los.
  • Nem sempre o rótulo coincide com o conteúdo.
  • Os olhos da percepção.
  • Ação e reação, moldando as pessoas.
  • O ambiente faz o indivíduo?

Negando a própria aparência.

(Gálatas 2:20) –  Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.

Conclusão:

Não podemos definir Deus e a Jesus pois não temos referência alguma para podermos nos apegar.

Temos que estar atento aos rótulos que colocamos nas pessoas pois tratamos as pessoas pelo que achamos, e deveríamos nos perguntar porquê as pessoas agem assim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.