Cristão copta é assassinado no Sinai, reduto egípcio do Estado Islâmico

Ida Gospel

Um egípcio cristão foi assassinado, e sua casa incendiada, no norte da península do Sinai nesta quinta-feira (23) – anunciaram lideranças desse bastião do grupo Estado Islâmico (EI), onde a comunidade copta sofreu vários ataques letais nas últimas semanas.
Em um vídeo divulgado no domingo (19) pelo serviço de mensagens encriptadas Telegram, o EI prometeu que investiria contra essa minoria religiosa.

A vítima, um cristão de 40 anos, foi encontrada morta com uma bala na nuca, no telhado de sua casa, incendiada, na cidade de Al-Arish, capital do Sinai do Norte, relataram funcionários de segurança e de emergências. Eles levantaram a hipótese de um ataque extremista.
Na quarta-feira (22), o corpo crivado de balas de outro cristão e de seu filho queimado vivo foram encontrados atrás de uma escola na mesma cidade.
Em 12 de fevereiro, homens mascarados mataram um veterinário cristão, também em Al-Arish. No final de janeiro, um funcionário de 35 anos dessa mesma confissão foi assassinado por homens armados.
Em dezembro, o EI assumiu a autoria de um atentado suicida cometido contra uma igreja copta ortodoxa no Cairo, que deixou 29 mortos.

Publicado originalmente em UOL

Um egípcio cristão foi assassinado, e sua casa incendiada, no norte da península do Sinai nesta quinta-feira (23) – anunciaram lideranças desse bastião do grupo Estado Islâmico (EI), onde a comunidade copta sofreu vários ataques letais nas últimas semanas.
Em um vídeo divulgado no domingo (19) pelo serviço de mensagens encriptadas Telegram, o EI prometeu que investiria contra essa minoria religiosa.

A vítima, um cristão de 40 anos, foi encontrada morta com uma bala na nuca, no telhado de sua casa, incendiada, na cidade de Al-Arish, capital do Sinai do Norte, relataram funcionários de segurança e de emergências. Eles levantaram a hipótese de um ataque extremista.
Na quarta-feira (22), o corpo crivado de balas de outro cristão e de seu filho queimado vivo foram encontrados atrás de uma escola na mesma cidade.
Em 12 de fevereiro, homens mascarados mataram um veterinário cristão, também em Al-Arish. No final de janeiro, um funcionário de 35 anos dessa mesma confissão foi assassinado por homens armados.
Em dezembro, o EI assumiu a autoria de um atentado suicida cometido contra uma igreja copta ortodoxa no Cairo, que deixou 29 mortos.

Publicado originalmente em UOL
Clique aqui e vá para a fonte da notícia…

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on print
prjulio

prjulio

Pastor da Igreja de Deus no Bairro Santa Terezinha - Catalão/Go. Pastoreando a 16 anos, pai de 5 filhos, Servo do Deus altíssimo, utilizando a internet como meio de propagação da palavra de Deus a quem desejar. Com humildade e amor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *