Diretor de clube de futebol critica jogadores ‘de igreja’: ‘Têm que ir pra p…”

Ida Gospel
Segundo o diretor, um dos problemas é a presença de muitos jogadores religiosos no elenco.
O rebaixamento do Clube XV de Piracicaba para a Série A2 do Campeonato Paulista não caiu muito bem nos bastidores do clube. O vice-presidente e diretor de futebol do Nhô Quim, Renato Bonfíglio, polemizou em entrevista coletiva. O mandatário apontou alguns motivos para a queda do clube, e um deles, segundo o diretor, é a presença de muitos jogadores religiosos no elenco.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
“Talvez nosso problema tenha sido esse: não trazer uns dois ou três ‘porras-loucas’. Tinha muita amizade no elenco e grupinho de igreja. Jogador tem que ir pra putaria. Talvez precisasse de um jogador como o Diguinho no elenco deste ano. E ele quase veio, mas é que o Audax cobriu a oferta”, afirmou Bonfíglio, em entrevista à Rádio Difusora de Piracicaba. Rodrigo Andrade (Diguinho) defendeu o clube em 2013 e ficou conhecido por frequentar as noites paulistanas. Atualmente o meia está na Chapecoense.
O mandatário veio a público após protestos da torcida do XV. O clube, que ficou durante cinco temporadas seguidas na Série A1, caiu para a divisão inferior nesta temporada, depois de terminar o Paulistão em 16º na colocação geral.

Com informações de Terra | Pátio Gospel Notícias

Seja ético, cite sempre a fonte.
Diretor de clube de futebol critica jogadores ‘de igreja’: ‘Têm que ir pra p…”
Fonte da notícia: Patio Gospel

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on print
prjulio

prjulio

Pastor da Igreja de Deus no Bairro Santa Terezinha - Catalão/Go. Pastoreando a 16 anos, pai de 5 filhos, Servo do Deus altíssimo, utilizando a internet como meio de propagação da palavra de Deus a quem desejar. Com humildade e amor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *