Ex-homossexuais fazem passeata nos EUA

Ex-homossexuais fazem passeata nos EUA

Ex-homossexuais fazem passeata nos EUA

Homens e mulheres que já se identificaram como homossexuais estão prontos para proclamar sua transformação através da fé no próximo sábado 25 de Novembro de 2019. Pela segunda vez, a Freedom March (Marcha da Liberdade) será realizada em Washington, D.C., capital dos EUA.

Fundada por Jeffrey McCall, a Freedom March é formada por cristãos que deixaram para trás a prática da homossexualidade e estão testemunhando o poder transformador do Espírito Santo.

“Fui transformado pela graça de Jesus e descobri que outros também foram. Essas marchas são uma maneira de garantir que outras pessoas que tenham superado isso não se sintam isoladas e sozinhas”, explicou McCall ao site The Christian Post.

A Marcha da Liberdade acontecerá no sábado a partir das 13h no Sylvan Theatre, situado próximo ao Monumento a Washington. O objetivo é conectar pessoas, alcançar a comunidade LGBT e equipar igrejas locais a ministrar homossexuais.

Uma das vozes do evento é Luis Javier Ruiz, um sobrevivente do ataque à boate gay ‘Pulse’ em Orlando, em 2016. “Eu sempre disse que não é sobre um gay virar hetero. É sobre um perdido ser salvo”, observou Ruiz.

“Através da Freedom March, queremos espalhar mensagens de amor e aceitação por pessoas que deixaram sua identidade LGBT e mostrar que nós existimos. Essas marchas são nossa plataforma para educar, encorajar outras pessoas e compartilhar isso em uma comunidade”, acrescentou Ruiz.

Além do estereótipo

O líder de adoração da Freedom March, Edward Byrd, acredita que o maior mal-entendido sobre aqueles que deixaram a vida homossexual é achar que eles estão suprimindo seus desejos sexuais.

“Eles acham que não somos felizes, acham que não estamos satisfeitos quando, na verdade, estamos vivendo a melhor fase das nossas vidas. Não estamos dizendo que é fácil, mas a verdadeira alegria, paz e liberdade que temos não é nada comparado com o que eu tinha conhecido antes”, disse Byrd.

De acordo com Byrd, o conceito que ficou conhecido no Brasil como “cura gay” é enganoso. “A maioria de nós nunca experimentou a terapia de conversão, nossas experiências foram encontros com o Espírito Santo que mudou nossas vidas”, esclarece. “Nenhum de nós foi forçado a mudar; foi uma decisão que tomamos para seguir Jesus e Seu amor”.

Esta é a segunda marcha realizada em Washington, D.C., mas outra foi realizada em Los Angeles no ano passado. Novos encontros estão programados para acontecer em St. Paul (Minnesota) em 23 de junho e Orlando (Flórida) em 14 de setembro.

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on print
prjulio

prjulio

Pastor da Igreja de Deus no Bairro Santa Terezinha - Catalão/Go. Pastoreando a 16 anos, pai de 5 filhos, Servo do Deus altíssimo, utilizando a internet como meio de propagação da palavra de Deus a quem desejar. Com humildade e amor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *