A guerra entre Israel e Hamas pode significa o início do apocalípse?

A guerra entre Israel e Hamas pode significa o início do apocalípse?

A guerra entre Israel e Hamas pode significa o início do apocalípse?

Em breve, a guerra entre Israel e Hamas vai completar dois meses. Desde o dia 7 de outubro, o mundo tem vivido um clima instável em relação à paz. É um cenário apocalíptico?

“Não queremos tirar conclusões precipitadas mas, às vezes, as coisas são realmente ruins e não têm uma implicação bíblica específica”, disse Joel Rosenberg, editor-chefe do site de notícias cristãs All Israel News. “No entanto, existem algumas questões interessantes que devem ser discutidas”, ele também ponderou.

Ao mencionar o Salmo 83, que alguns especialistas da Bíblia apontam ser uma profecia sobre a “guerra no fim dos tempos”, ele explica que a guerra Israel-Hamas parece ser “uma janela profética” que vai motivar outras nações a atacar Israel, na tentativa de exterminar a nação.

‘O fim dos tempos não vai começar com uma guerra’

Conforme lembra Rosemberg, o Salmo 83 fala sobre como os “inimigos rosnam” para Israel, ou seja, como eles ameaçam os israelenses: “Os seus inimigos levantam a cabeça e com os seus líderes apelam pela destruição deles como nação para que o nome de Israel não seja mais lembrado”.

Rosenberg disse que os versículos do salmo são semelhantes aos sentimentos expressos pelo Hamas e pelos países que o apoiam, ou seja, a liderança iraniana, entre outros apoiadores do terrorismo.

“Você poderia incluir Mahmoud Ahmadinejad, Ebrahim Raisi, Yahya Sinwar ou Hassan Nasrallah nesse salmo, pois todos eles se enquadram na descrição dos inimigos, no Salmo 83. Isso é interessante e vale a pena examinar”, disse Rosenberg, conforme um artigo do Jerusalem Post.

“Olhando para Ezequiel, nada indica que o fim dos tempos comece com uma guerra. Pelo contrário, a profecia começa com Israel estando seguro e, atualmente, o país não possui cercas em suas fronteiras”, observou.

“Tínhamos uma cerca, mas ela estava desprotegida porque o governo israelense pensava que não havia perigo iminente. Não é que pensássemos que Israel não tivesse inimigos, mas não pensávamos que alguém iria nos atacar assim”, continuou.

‘Israel em segurança’

Rosemberg observa também que, caso Israel obtenha uma vitória massiva sobre o Hamas, o Hezbollah e a ameaça nuclear iraniana nos próximos meses, Israel poderá tornar-se verdadeiramente seguro e ser a superpotência mais poderosa da região.

“Isso seria incrível para a dissuasão regional e criaria uma enorme prosperidade mas, por outro lado, há quem acredite que essa guerra poderia transformar-se numa guerra regional e que Israel poderia ser atacado pelo Irã ou pela Rússia em nome do Irã, o que se encaixaria mais nas profecias descritas em Ezequiel 38 e 39.

“Se você acordar de manhã e ler esta manchete: ‘Rússia ataca Israel’, aperte o cinto de segurança. Você está vendo a profecia bíblica cumprida durante sua vida, em tempo real, diante de seus olhos”, concluiu o pastor Greg Laurie, da Harvest Christian Fellowship, em Riverside, na Califórnia.

Fonte: https://www.guiame.com.br/gospel/israel/guerra-israel-hamas-uma-janela-profetica-para-o-fim-dos-tempos.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.