3 Minutos (Tempo de leitura )

Jesus é um rio de águas vivas

Jesus é um rio de águas vivas

Quando o Criste é fiel dele jorra coisas boas pois o mestre Jesus é um rio de águas vivas e onde ele toca tudo se transforma

Texto base: João 7:38

Introdução: Conhecemos o bom cristão pelo que ele fala. A bíblia diz que o que amaldiçoa o homem não é o que entra pela boca, e sim o que sai dela. Mas em João 7.38 aprendemos que quem tem um encontro com Deus passa a ter rios de águas vivas saindo do seu interior; alias, a boca fala do que o coração está cheio (Lucas 6.45).

Vejamos alguns tipos de palavras que devem sair de nossas bocas como prova de que temos Deus dentro de nós!

1) Palavras brandas e de amor (Provérbios 15.1)

Estas palavras são poderosas para acalmar brigas, liberar perdão, demonstrarmos nosso afeto e amor pelos nossos irmãos e parentes, etc. Não adianta sentirmos algo bom se não falamos. Muitas guerras foram encerradas graças a palavras boas saídas do coração dos líderes e generais.

2) Palavras de vida (João 6.68)

Este tipo de palavra pode trazer alegria ao coração do homem. Palavras de animo, de coragem, de vida! Até na cruz do calvário Jesus foi capaz de liberar uma palavra de vida a um dos ladrões da cruz.

3) Palavras reveladas por discernimento (João 4.28,29)

O fato de Jesus conhecer o coração da mulher samaritana a fez crer que Jesus era um profeta. Quando temos revelação de Deus enquanto conversamos podemos abençoar vidas, e manifestar o Reino de Deus por onde passamos.

4) Palavras de autoridade espiritual (Lucas 20.1-8)

Jesus tinha autoridade espiritual para responder respostas maliciosas. Ele não agredia as pessoas, mas as colocava em conflito consigo mesmas, e por isso as pessoas passavam a respeitá-lo. Muitas vezes somos tratados como meninos, pois não demonstramos ter autoridade suficiente através da palavra.

5) Palavras de humildade (Isaías 6.5 / João 3.30)

Esta é a formula do sucesso, afinal o humilhado será exaltado. Isaías se humilhou e confessou suas limitações e por isso foi tocado pelo Serafim que o renovou. João Batista, apesar de um grande profeta, se humilhou para exaltar Jesus. Hoje em dia há uma busca pela auto exaltação e títulos. Muitos dizem: “Eu sou profeta, apostolo, pastor…” mas pouco demonstram no testemunho.

6) Palavras proféticas (Mateus 17.20)

Estas também podem ser chamadas de proclamação profética. É a declaração da vontade de Deus revelada no nosso coração, que quando profetizadas alcançam o fim alcançado. É por isso que devemos profetizar vitória, e declarar o reino de Deus sobre a Terra!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *