Letra C

O crente o mundo e o peixe

O crente o mundo e o peixe

 

Mateus 13:24-30

24 – Propôs-lhes outra parábola, dizendo: O reino dos céus é semelhante ao homem que semeia a boa semente no seu campo; 25 – Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se. 26 – E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio. 27 – E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste tu, no teu campo, boa semente? Por que tem, então, joio? 28 – E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo? 29 – Ele, porém, lhes disse: Não; para que, ao colher o joio, não arranqueis também o trigo com ele. 30 – Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro.

Deus é especialista em transformar o joio em trigo.

Viver neste mundo é como comer um peixe veja porque:

 

1º PASSO: LIMPANDO O PEXE

Para se preparar o peixe é preciso tirar as escamas e aquilo que não se aproveita. No ambiente em que o crente vive deve estar limpo das influências do ruim do mundo. Por isso devemos nos afastar das más influências, que poluem nossa mente e sujam nossas vestes.

  • Andar na lama sem sujar suas vestes.

 

2º PASSO: TEMPERANDO O PEIXE

Mateus 5:13

13 – Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.

  • Devemos mudar o ambiente a qual estamos, fazendo a diferença, e conduzindo o joio para transformar-se em trigo.

3º PASSO: COZINHANDO O PEIXE

Mateus 17:21

21 – Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum.

  • Orando podemos transformar o ambiente em que vivemos, expulsando os demônios, libertamos os oprimidos e restauramos a paz no ambiente.

 

4º PASSO: COMENDO O PEIXE

João 17: João 17:13-17

13 – Mas agora vou para ti, e digo isto no mundo, para que tenham a minha alegria completa em si mesmos. 14 – Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo. 15 – Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal. 16 – Não são do mundo, como eu do mundo não sou. 17 – Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.

  • Ao comer o peixe comemos a carne e tiramos os espinhos e os jogamos fora, temos que tirar o que é bom e lançar fora o que é ruim neste mundo.

 

5º PASSO: PESCANDO O PEIXE

João 17: 18 – Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo. 19 – E por eles me santifico a mim mesmo, para que também eles sejam santificados na verdade. 20 – E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim; 21 – Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. 22 – E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um. 23 – Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim, e que os tens amado a eles como me tens amado a mim.

Se você sabe como prepara o peixe e come-lo você está pronto para pescar, sem que haja nenhum mal sobre sua vida.





prjulio
Pastor da Igreja de Deus no Brasil há 19 anos, hoje atuando em Catalão no bairro Santa Terezinha, pai de 5 filhos casado com Marta Valéria.
https://igrejadeus.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *