letra E

As experiências do profeta Elias

As experiências do profeta Elias

I Reis 19:1-12

1 – E ACABE fez saber a Jezabel tudo quanto Elias havia feito, e como totalmente matara todos os profetas à espada.

2 – Então Jezabel mandou um mensageiro a Elias, a dizer-lhe: Assim me façam os deuses, e outro tanto, se de certo amanhã a estas horas não puser a tua vida como a de um deles.

3 – O que vendo ele, se levantou e, para escapar com vida, se foi, e chegando a Berseba, que é de Judá, deixou ali o seu servo.

4 – Ele, porém, foi ao deserto, caminho de um dia, e foi sentar-se debaixo de um zimbro; e pediu para si a morte, e disse: Já basta, ó SENHOR; toma agora a minha vida, pois não sou melhor do que meus pais.

5 – E deitou-se, e dormiu debaixo do zimbro; e eis que então um anjo o tocou, e lhe disse: Levanta-te, come.

6 – E olhou, e eis que à sua cabeceira estava um pão cozido sobre as brasas, e uma botija de água; e comeu, e bebeu, e tornou a deitar-se.

7 – E o anjo do SENHOR tornou segunda vez, e o tocou, e disse: Levanta-te e come, porque te será muito longo o caminho.

8 – Levantou-se, pois, e comeu e bebeu; e com a força daquela comida caminhou quarenta dias e quarenta noites até Horebe, o monte de Deus.

9 – E ali entrou numa caverna e passou ali a noite; e eis que a palavra do SENHOR veio a ele, e lhe disse: Que fazes aqui Elias?

10 – E ele disse: Tenho sido muito zeloso pelo SENHOR Deus dos Exércitos, porque os filhos de Israel deixaram a tua aliança, derrubaram os teus altares, e mataram os teus profetas à espada, e só eu fiquei, e buscam a minha vida para ma tirarem.

11 – E Deus lhe disse: Sai para fora, e põe-te neste monte perante o SENHOR. E eis que passava o SENHOR, como também um grande e forte vento que fendia os montes e quebrava as penhas diante do SENHOR; porém o SENHOR não estava no vento; e depois do vento um terremoto; também o SENHOR não estava no terremoto;

12 – E depois do terremoto um fogo; porém também o SENHOR não estava no fogo; e depois do fogo uma voz mansa e delicada.

 

 

 

I – A experiência.

  1. Essa experiência velo-lhe depois de certos casos.
  2. O que Deus lhe perguntou e disse?
  3. a) “O que fazes aqui, Elias?”

(1) A condição de uma caverna. Elias, ali com os ratos, morcegos, corujas etc., nada podia fazer. Ele era um pescador de homens e não de morcegos.

  1. b) “Sai da caverna.”

(1) Ele não podia continuar ali.

(2) Tinha de ganhar uma nova experiência – subir ao monte.

– V. 11.

  1. O que ouviu quando estava no monte? – Vs. 11, 12.

 

II – Estamos na caverna – as aflições do mundo.

  1. Deus ordena que saiamos da caverna.
  2. O povo de Deus não pode ficar na caverna.
  3. Deus quer que subamos à montanha para termos melhor visão.
  4. a) Uma montanha é diferente de uma caverna.
  5. b) Temos melhor visão quanto mais alto subirmos.
  6. c) Respiramos melhores ares.
  7. d) Subir uma montanha requer algum esforço.
  8. Subamos ao monte!

 

III – Algumas experiências do monte.

  1. Abraão ganhou uma experiência quando estava no monte sacrificando seu filho Isaac.
  2. Moisés no monte viu a Canaã. – Deut. 34:1.
  3. a) Quando subirmos ao monte, Deus nos mostrará a nova Jerusalém.
  4. Jesus. – Mat. 14:23; Mar. G:46; Luc. 6:12.
  5. Jesus no monte. – Mat. 17:1,2, 4. Transfigurou-Se.
  6. a) É bom estar no monte. – Mat. 17:4; Apoc. 14:1.

 

IV – Vocês desejam estar nesse monte?

  1. Procurando Deus em oração teremos melhor visão.
  2. A oração é o meio que nos comunica com Deus.
  3. O que é oração.
  4. a) É o abrir o coração a Deus, como a um amigo.
  5. b) É a chave nas mãos da fé para abrir os celeiros celestiais




prjulio
Pastor da Igreja de Deus no Brasil há 19 anos, hoje atuando em Catalão no bairro Santa Terezinha, pai de 5 filhos casado com Marta Valéria.
https://igrejadeus.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *