Letras RST

Saindo da aflição para o cântico

Saindo da aflição para o cântico

Salmo 13

1   ATÉ quando te esquecerás de mim, SENHOR? Para sempre? Até quando esconderás de mim o teu rosto?  2   Até quando consultarei com a minha alma, tendo tristeza no meu coração cada dia? Até quando se exaltará sobre mim o meu inimigo? 3   Atende-me, ouve-me, ó SENHOR meu Deus; ilumina os meus olhos para que eu não adormeça na morte; 4   Para que o meu inimigo não diga: Prevaleci contra ele; e os meus adversários não se alegrem, vindo eu a vacilar. 5   Mas eu confio na tua benignidade; na tua salvação se alegrará o meu coração. 6   Cantarei ao SENHOR, porquanto me tem feito muito bem.

  • Preocupação e medo
  • Busca, pedido de auxílio
  • Fé e perseverança

Introdução.

* Q. I. quociente de inteligência. (busco)

* Q. E. quociente emocional. (desapego) O mais complicado de controlar.

Ilustração: É possível boiar em uma piscina se você relaxar, se você se debater você afunda. Mas o emocional atrapalha.

 Como eu posso controlar o meu emocional?

* Mantendo um relacionamento com Deus através da oração, estremos sempre firmes

I Tessalonicenses 5:17 – Orai sem cessar.

 

O desespero bate à porta, mas a fé deve sempre prevalecer

[Salmo 13:1] “Até quando te esquecerás de mim,”…

  • O salmista está desesperado. Briga com Deus.

Efésios 4:26 – Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.

  • Ele cria em Deus, mas não estava entendendo porque tanto sofrimento.

“tenho tristeza no meu coração a cada dia”

 

  • João 16:33 – Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.

 

  • Apocalipse 22:11-12 11 – Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, seja santificado ainda. 12 – E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.

O cristão viverá uma batalha interior, entre a esperança X o desespero.

Salmo 13:3 “Atenta e mim, ouve-me, ó Senhor meu Deus”…

  • Humildemente o salmista baixa o tom de voz.
  • A tribulação está lá, mas o emocional vai sendo controlado.
  • A maturidade aparece.
  • Sai dos gritos, do lamento para a humildade, para a serenidade.
  • O processo é DESESPERO, RECONHECIMENTO E CONFIANÇA. Temos que passar por esse ciclo.

 

Ilustrações: De um prédio. Não enxergamos a fundação, a base.

De uma árvore. Não enxergamos a profundeza das raízes.

  • Jesus não nos ensinou a pregar, à cantar, mas nos ensinou a orar.
  • Porque? Porque a oração é a base de tudo.
  • Jesus é o nosso modelo maior também nesta área.
  • O caráter cristão nos torna fortes para perseverar diante das dificuldades.

Êxodo 17:10-12 – 10 E fez Josué como Moisés lhe dissera, pelejando contra Amaleque; mas Moisés, Arão, e Hur subiram ao cume do outeiro. 11 E acontecia que, quando Moisés levantava a sua mão, Israel prevalecia; mas quando ele abaixava a sua mão, Amaleque prevalecia. 12 Porém as mãos de Moisés eram pesadas, por isso tomaram uma pedra, e a puseram debaixo dele, para assentar-se sobre ela; e Arão e Hur sustentaram as suas mãos, um de um lado e o outro do outro; assim ficaram as suas mãos firmes até que o sol se pôs.

  • O salmista em desespero. Ora e se humilha. E no final confia, descansa e canta.




prjulio
Pastor da Igreja de Deus no Brasil há 19 anos, hoje atuando em Catalão no bairro Santa Terezinha, pai de 5 filhos casado com Marta Valéria.
https://igrejadeus.com.br