Namorar à distância, é possível estar perto, ainda que longe?

Ida Gospel

Noites viradas à frente do computador, despedidas dolorosas em aeroportos ou rodoviárias, a conta de telefone nas alturas e a saudade como sentimento de caráter crônico. Pode-se ilustrar assim um típico namoro à distância.

Ajudado pelas constantes inovações das tecnologias de comunicação e convergência de mídias, este perfil de relacionamento está ganhando espaço entre jovens, adolescentes e até adultos do Brasil e do mundo.

Mas alguns fatores como confiança, o isolamento social e a falta de contato pessoal com quem se namora ainda preocupam muitos jovens que se deparam com possibilidades de um relacionamento assim.

Em entrevista exclusiva ao Guia-me, jovens e orientadores cristãos falaram sobre os pontos positivos e negativos que um relacionamento à distância pode apresentar a um casal de namorados.

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on print
prjulio

prjulio

Pastor da Igreja de Deus no Bairro Santa Terezinha - Catalão/Go. Pastoreando a 16 anos, pai de 5 filhos, Servo do Deus altíssimo, utilizando a internet como meio de propagação da palavra de Deus a quem desejar. Com humildade e amor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *