Letra D

Devemos confiar no Senhor de todo coração

Devemos confiar no Senhor de todo coração

 

Números 13:25-30

25 – E eles voltaram de espiar a terra, ao fim de quarenta dias. 26 – E caminharam, e vieram a Moisés e a Arão, e a toda a congregação dos filhos de Israel no deserto de Parã, em Cades; e deram-lhes notícias, a eles, e a toda a congregação, e mostraram-lhes o fruto da terra. 27 – E contaram-lhe, e disseram: Fomos à terra a que nos enviaste; e verdadeiramente mana leite e mel, e este é o seu fruto. 28 – O povo, porém, que habita nessa terra é poderoso, e as cidades fortificadas e mui grandes; e também ali vimos os filhos de Enaque. 29 – Os amalequitas habitam na terra do sul; e os heteus, e os jebuseus, e os amorreus habitam na montanha; e os cananeus habitam junto do mar, e pela margem do Jordão. 30 – Então Calebe fez calar o povo perante Moisés, e disse: Certamente subiremos e a possuiremos em herança; porque seguramente prevaleceremos contra ela.

ESSA IMAGEM DE DERROTA VAI SAIR DE SUA VIDA…

PARE:

  1. PARE DE ANDAR COM INCRÉDULOS
  2. PARE DE ANDAR COM MURMURADORES
  3. PARE DE ASSISTIR AOS JORNAIS DA TELEVISÃO E PASSE A LER BÍBLIA (MUDAREI A IMAGEM DO MEU INTERIOR)
  4. ATIVE ORAÇÃO EMLINGUAS, ORAÇÃO EM LINGUAS EDIFICA NOSSA FÉ.
  5. COMECE A SER INTRÉPIDO E ACREDITE EM DEUS, AQUELE QUE Crê NÃO É ENVERGONHADO
  6. CONFIE QUE O DONO DA TERRA É SEU PAI E ELE CUIDA DE VC

Nós lemos no décimo terceiro capítulo de Números que pelo mandado de Deus, doze homens, um de cada tribo de Israel, foram enviados para espiarem a terra de Canaã, de modo a apresentarem um relatório dos povos que nela habitavam, de suas condições topográficas, e de tudo o que fosse importante para nortear as ações de guerra, que seriam empreendidas para a conquista da terra.

Dentre estes espias estava o próprio Josué, cujo nome era Oseias, e que fora mudado por Moisés para Josué, sendo este o representante da tribo de Efraim naquela missão de espiar a terra.

Também estava entre eles Calebe, da tribo de Judá, o homem cuja fé e coragem são destacadas nas Escrituras.

O que eles viram foi o mesmo que os demais dez viram, mas a forma como interpretaram o que viram sob a óptica das possibilidades de Deus em cumprir tudo o que havia prometido em relação à conquista e posse da terra, foi inteiramente diferente.

Dois homens de fé viram com os olhos da fé.

E, dez incrédulos viram com os olhos dos sentidos, e avaliaram as possibilidades não segundo Deus, mas segundo os homens, e assim, maior foi a influência deles sobre o povo, do que a de Josué e Calebe, pois os israelitas como um todo, daquela geração, estavam mais inclinados a andarem pela vista do que pela fé.

A conquista de Canaã seria uma conquista da fé para a glória e engrandecimento do nome de Deus, e não uma conquista do braço de carne e da força e do engenho humano.

Interpôs-se, portanto um grande obstáculo para o avanço das ações planejadas de Deus, e do cumprimento das Suas promessas com aquela geração de incrédulos.

Jesus não pôde realizar muitos milagres em determinadas cidades de Israel, em razão da incredulidade deles, pois isto não traria qualquer glória para Deus.

E um dos maiores motivos dos milagres é para que o nome de Deus seja glorificado.

Depois de quarenta dias, os espias retornaram e deram seu relatório a Moisés e Arão, perante o povo de Israel, e confirmaram que o que Deus havia dito acerca da terra era realmente a verdade, pois manava leite e mel (13.27).

Contudo, quando falaram das cidades fortificadas e do povo poderoso que habitava na terra (13.28) é possível que tenha sido esboçada uma reação contrária dos israelitas, ante a idéia de terem que lutar contra os habitantes de Canaã, pois Calebe fez o povo se calar e disse:

“Subamos animosamente, e apoderemo-nos dela; porque bem poderemos prevalecer contra ela.” (13.30)

 Todavia, os demais espias, exceto Josué, disseram:

“Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós.” (13.31)

E acrescentaram ao que haviam falado o seguinte:

“A terra, pela qual passamos para espiá-la, é terra que devora os seus habitantes; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura. Também vimos ali os nefilins, isto é, os filhos de Anaque, que são descendentes dos nefilins; éramos aos nossos olhos como gafanhotos; e assim também éramos aos seus olhos” (13.32,33).

Certamente o pavor e o espírito com que falaram impressionou muito mais ao povo do que o próprio teor de suas palavras.

Quando os grandes projetos de Deus estão diante de nós, podemos contar com a resistência do inimigo de nossas almas lá do outro lado, para que não se cumpra aquilo que o Senhor tem prometido.

Ou avançaremos com fé confiados nas promessas do Senhor, ou ficaremos com os nossos corações desfalecidos diante das tribulações e dificuldades, que se antepõem diante de nós, e intimidados pelas forças do Inimigo não arriscaremos dar um só passo, temendo pela nossa segurança e de nossos filhos, pelo eventual mal que ele possa nos causar.

Geralmente, toda obra de Deus é um grande impossível para nós, assim como conquistar Canaã pela própria força militar seria impossível aos israelitas.

Mas devemos sempre lembrar quando a Seu serviço, que não há impossíveis para Deus.

Era exatamente isto o que estava ocorrendo naquele momento entre os israelitas.

Eles olharam para a ameaça do inimigo e não para o Senhor.

Olharam para o seu próprio poder e o compararam com o do inimigo, e não olharam para o poder de Deus.

A ansiedade e o temor haviam expulsado a fé, e assim eles não podiam ver as coisas pela perspectiva de Deus, e o resultado foi o que nós lemos em Números 14.1-4.

Cabe destacar que aqueles mais de seiscentos mil homens prontos para a guerra, de Israel, haviam saído há pouco mais de um ano do Egito, testemunhando todos os poderes do Senhor contra aquela terra, e finalmente contra o exército de faraó, mas nem assim eles tinham coragem suficiente para crerem na fidelidade do Senhor, e permanecerem inabaláveis debaixo da Sua proteção e poder.

A Unção de Calebe vai cair aqui hoje…

Grite: Eia , subamos e possuamos, conquistamos a terra…

Para que libertemos da carne  e vejamos o poder de DEUS a imagem com a qual vc vê  ela precisa ser mudada, de uma imagem de derrota pó ruma imagem de vitória…

Como vocÊ foi criado o que está dentro do,seu coração?

Oque vc ta passando hoje? O que vc ta pensando? O que vc esta imaginando?

Na palavra vimos que o vencedor não tem espírito de derrota e sim de vitória?

Calebe não desmintiu mas declarou: EIA subamos e possuamos a terra prometida!

Vc pode declarar:

“ EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR!!!’

“PELAS SUAS PISADURAS FOMOS CURADOS”

NÃO É NEGAR AS CIRCUNSTÂNCIAS É DECIDIR NÃO CONFESSÁ-LAS.

“NÃO É NEGAR OS PROBLEMAS É COLOCAR SOBRE ELES O ESPÍRITO DA FÉ”

HÁ SOBRE VOCÊ O ESPÍRITO DE VITÓRIA, DE FÉ QUE IRÁ GOVERNAR SOBRE VOCÊ.

HÁ EM VOCÊ A CONDIÇÃO DE GOVERNAR O PROBLEMA.AGINDO DEUS QUEM IMPEDIRÁ?

PROBLEMAS EXISTEM, MAS, DEUS VAI TE ENSINAR A IMPRIMIR , A CARIMBAR, UM DECRETO: TUDO É POSSÍVEL AO QUE CRÊ.

VOCÊ TEM UM DEUS QUE TE AJUDA A PASSAR POR LUTAS E VER QUE O PODER DE DEUS É MUITO MAIOR QUE TODOS OS PROBLEMAS.

SUA LUTA NÃO É CONTRA CARNE OU SANGUE MAS CONTRA PRINCIPADOS E POTESTADES.

DECLARE BEM ALTO:A MINHA BENÇÃO TEM GARANTIA, DEUS ME DEUS UMA PROMESSA

TENHA UM ESPIRITO DE FÉ DE CORAGEM, E VC VAI ENTRAR NA TERRA PROMETIDA, VC VAI TOMAR POSSE DE SUA HERANÇA..

VC VAI ENTRAR NA TERRA PROMETIDA… CREIA…

ESSA IMAGEM DE DERROTA VAI SAIR DE SUA VIDA…

PARE:

  1. PARE DE ANDAR COM INCRÉDULOS
  2. PARE DE ANDAR COM MURMURADORES
  3. PARE DE ASSISTIR AOS JORNAIS DA TELEVISÃO E PASSE A LER BÍBLIA
  4. ATIVE ORAÇÃO EMLINGUAS, ORAÇÃO EM LINGUAS EDIFICA NOSSA FÉ.
  5. COMECE A SER INTRÉPIDO E ACREDITE EM DEUS, AQUELE QUE Crê NÃO É ENVERGONHADO
  6. CONFIE QUE O DONO DA TERRA É SEU PAI E ELE CUIDA DE VC

Muitas vezes somos tentados a basear nossas decisões naquilo que os outros fazem ou acham certo fazer. Talvez nossa incredulidade não seja tão definida como a dos dez espias, mas somos inclinados a aceitar o que “todo o mundo” acha, começando pelas perguntas: o que dizem os entendidos? ou o que dizem meus amigos? e evitando fazer a pergunta o que diz a Palavra de Deus? Os princípios que aprendemos quando a estudamos nos dão um “mapa rodoviário” fidedigno para a vida inteira, e nos dão um relacionamento pessoal com o seu Autor. É necessário que nossa fé seja demonstrada pela nossa coragem, externada em nossas palavras e ações.

Quando sentimos medo e perdemos nossa fé, tendemos a exagerar as dificuldades e os problemas. Mas se nos voltarmos a Deus, que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos, ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós (Efésios 3:20), as dificuldades e problemas serão vistos com os olhos da fé, e teremos coragem de enfrentá-los pois, com este Poder, venceremos.

 Aprendendo a Viver Com Positividade

– Não Desista de Lutar – Mesmo que os relatórios que a vida lhe apresente sejam negativos, não desista. Existe uma promessa de Deus para você que inclui restauração, salvação, libertação, suprimento e paz (Nm. 13:25-33; Sl. 112:7).

Salmos 112:7 – Não temerá maus rumores; o seu coração está firme, confiando no SENHOR.

– Enfrente o Espírito de Covardia (Nm. 14:9c) – “O Senhor é conosco”. A vida é difícil, e muitas vezes ficamos inibidos pelas dificuldades e lutas diárias. A covardia promove acomodações. Não se acomode, tenha coragem, pois foi por coragem que Josué e Calebe herdaram a promessa (Js. 1:7-9).

Josué 1:7-9

7 – Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares.

8 – Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.9 – Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares.

Conclusão: A vida de Calebe deve injetar em nós disposição e perseverança. Enfrentado o espírito de covardia que promove rendição desde antes da luta começar. Calebe não teve medo de gigantes, nem de montanhas, porque ele sabia que o Senhor o ajudaria a conquistá-los. Calebe sonhou com a promessa. A nossa esperança é que você encontre sua “Montanha”, a referência do seu sonho é a terra prometida.