CANDIDATOS A PADRE FAZEM TESTE ANTI PEDOFILIA

Para impedir que potenciais pedófilos assumam igrejas, a Igreja Católica belga fará um acompanhamento psicológico nos seminaristas e assim evitar que casos de abuso contra crianças se repitam no país, segundo informou o responsável máximo do catolicismo na Bélgica.
Nos últimos 25 anos mais de 450 casos de pedofilia por parte dos religiosos vieram à tona, expondo a instituição que ainda preciso se manifestar sobre 13 vítimas que depois de serem abusadas cometeram suicídio.
O arcebispo de Mechelen-Bruxelas, André-Joseph Léonard, informou que a Igreja vai contratar psicólogos para estudar o perfil de cada homem que ingressar no seminário, entre as informações que serão  investigadas está a formação e o desenvolvimento acadêmico e pessoal de cada um deles.
Em entrevista concedida  ao canal “VTM” na última segunda-feira, 19, Leónard disse aos jornalistas que os candidatos a padres realizarão um exame psicológico para ter acesso à formação eclesiástica, o que impediria que potenciais pedófilos se tornassem religiosos.
Além desse acompanhamento, a igreja belga está elaborando um código de conduta que será divulgado ao público para prevenir possíveis abusos contra crianças.
As declarações sobre as providencias que serão tomadas pela Igreja chegam em boa hora, pois na semana passada um grupo formado por 70 pessoas que foram abusadas por padres belgas na infância apresentou uma denúncia contra o Vaticano e altos cargos da Igreja Católica. Este processo foi aberto com o objetivo de denunciar a responsabilidade civil da Igreja Católica na Bélgica e no Vaticano nesses supostos abusos, assim como pedir uma indenização pelos danos causados.

Fonte: Gospel Prime


TAG: CANDIDATOS A PADRE FAZEM TESTE ANTI PEDOFILIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.