A lei da mordaça gay não atingirá mais os evangélicos

Marta Suplicy se dobra aos
religiosos e desfigura o projeto
A senadora Marta Suplicy (foto), do PT-SP, a relatora do projeto de lei que criminaliza a homofobia, fez um acordo de bastidores com a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos Brasileiros) e abriu exceção aos religiosos. A informação é da Folha.
Ela alterou o texto do projeto, ficando assim: “A lei [da homofobia] não se aplica à manifestação pacífica de pensamento decorrente da fé e da moral fundada na liberdade de consciência, de crença e de religião”.

Com essa concessão, Marta espera que diminua a resistência dos líderes religiosos ao projeto, de modo que seja aprovado amanhã (8) pela Comissão de Direitos Humanos do Senado.

A CNBB não se manifestou oficialmente porque alegou desconhecer a nova versão do texto do projeto de lei.

O pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo e tido pelo homossexuais como seu inimigo número um, continua pedindo a seus seguidores que pressionem via internet os integrantes da comissão para que mandem arquivar a proposta de criminalização.

O senador e pastor licenciado Marcelo Crivella (PRB-RJ) já adiantou que a alteração no texto não garante o apoio dos parlamentares evangélicos.

O projeto de lei transforma em crimes os atos decorrentes de preconceito de sexo, orientação sexual ou de identidade de gênero no ambiente de trabalho (incluindo o processo de admissão), em relações de consumo, na prestação de serviços e indução à violência.

Se for aprovado pela Comissão de Direitos Humanos, o projeto seguirá para a Comissão de Constituição e Justiça, onde também poderá ter problemas porque setores da imprensa avaliam que se trata de uma proposta anticonstitucional, pois fere o direito da manifestação de opinião.

TAG: A LEI DA MORDAÇA GAY NÃO ATINGIRÁ MAIS OS EVANGÉLICOS

Compartilhe esta postagem em suas redes sociais

prjulio

Pastor da Igreja de Deus no Bairro Santa Terezinha - Catalão/Go. Pastoreando a 16 anos, pai de 5 filhos, Servo do Deus altíssimo, utilizando a internet como meio de propagação da palavra de Deus a quem desejar. Com humildade e amor.

Postagens Relacionados

0 Comentários

  1. Ola. A imprensa e alguns políticos nos vêe como religiosos,mas nós naõ somos religiosos e sim um povo que tem o conhecimento da verdade.
    Sabemos o que agrada Deus e o que não o agrada.
    Não somos contra a pessoa da homossexualidade.
    mas sim a prática da mesma.
    Nós obedecemos ao Estado, desde que não fere os principios que rege a nosa fé. A Bíblia.

  2. passará o céu e a terra….mais as minha palavra não….disse Deus….Satanás tem os seus aqui na terra….os afenidados não entrarão no céu…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *